Script do clipe de ” What You Want ” !

Divulgado, pelo site oficial, o script do vídeo clipe de What You Want. Originalmente escrito por Carrie Lee, irmã de Amy Lee. Veja abaixo:

“What You Want” evoca a liberdade e o espírito de luta do feroz retorno do Evanescence. A arquitetura da cidade de Nova York proporciona um cenário industrial para o vídeo, onde a banda tem permanecido desde o lançamento de seu último álbum. A configuração metropolitana soa seu primeiro vídeo, “Bring Me to Life”, mas o leva para outro nível, aumentando as apostas e colocando tudo em uma escala maior. As cenas da banda ocorreram em um pequeno espaço no subsolo arenoso, embalado com uma multidão de fãs gritando. Cenas mostram Amy rompendo com os limites bem espaçados da cidade e, eventualmente, correndo na ponte do Brooklyn, retornando ao mundo como a deusa reinante do rock. O vídeo tem acontece na escuridão da manhã, acabou culminando com a sugestão de um nascer do sol atrás do horizonte da cidade enquanto a banda olha através de uma expansão infinita do oceano – é o início de um novo dia para o Evanescence.

Nova York – Escuridão da manhã

A câmera se move lentamente pelos arranha-céus de Nova York enquanto o vídeo começa. A escuridão ainda satura a cidade nas primeiras horas antes do amanhecer. Os vocais assombrosos de Amy repercutem entre os prédios. A banda estava tocando em uma sala lotada durante toda a noite. A câmara faz zoom em uma corrida confusa e assim que as guitarras entram.

Dentro do local lotado – antes do amanhecer (0:19)

A banda está tocando um pequeno clube underground. As cores ainda são suaves, mas rajadas de flashes da iluminação cênica sobre a cena. O local um pouco arenoso lembra os primeiros shows do Evanescence. Uma multidão fanática surge contra o palco, os seus corpos apertados preenchem de parede a parede em um frenesi de alta energia. O cabelo da Amy é longo e varrido pelo vento, expressando uma liberdade selvagem. Ela tem uma faixa vermelha dramática da maquiagem em seus olhos. A banda toca com um entusiasmo febril.

Dentro do metrô – antes do amanhecer (0:35)

Amy está sozinha em um metrô vazio. As luzes piscam assustadoramente (a’la filme de terror), enquanto ela procura uma saída. A câmera segue por trás enquanto ela passa a mão ao longo das paredes de tijolos sujos que confinam ela.

Dentro do local lotado – antes do amanhecer (0:45)

A câmera dá close na Amy para “Every heart in my hands like a pale reflection”

Na escada – antes do amanhecer (0:51)

Amy está correndo em uma escada apertada e escura tentando sair da estação de metrô. Ela parece um pouco paranóica, mas confiante e determinada.

Dentro do local lotado – antes do amanhecer (0:55)

Outra cena de toda a banda tocando no local. Closes individuais dos membros da banda.

No beco – antes do amanhecer (1:07)

Amy escapou do metrô para se encontrar em um beco apertado com edifícios abainhando-la em ambos os lados. A cidade ainda está escura, mas os fluxos de luz de algumas janelas espalhadas e outras fontes de luz e sombras sinistras.

Dentro do local lotado – antes do amanhecer (1:11)

Outra cena de toda a banda tocando no local. Closes individuais dos membros da banda.

No beco – antes do amanhecer (1:26)

Amy ainda está andando pelo longo beco, ângulos de câmera inclinada refletindo o seu estado mental atormentado enquanto ela luta para sair do labirinto longo de edifícios.

Dentro do local lotado – antes do amanhecer (1:34)

Outra cena de toda a banda tocando no local.

Nas ruas de NY – antes do amanhecer (1:49)

Amy encontrou seu caminho para o enrolamento, ruas vazias de Nova York no início da manhã. Ela faz o seu caminho através dos obstáculos da cidade.

Dentro do local lotado – antes do amanhecer (1:58)

Outra cena de toda a banda tocando no local. Closes individuais dos membros da banda.

Ponte do Broklyn – amanhecendo (2:05) (atuando, sem dublê)

Enquanto a música atinge o seu clímax, Amy atravessa a Ponte do Brooklyn. No momento em que engloba a sua liberdade exuberante, com os cabelos fluindo atrás dela. Os cabos na ponte criam um efeito de estroboscópio como o nascer do sol começa a espreitar sobre o horizonte da cidade, cruzando os fios. Quando a letra atinge “forever spiraling”, Amy pula no ar e segue o vídeo dela em um close em câmera lenta. “Down, down, down”, com os seus cabelos e roupas agitando ao seu redor em uma queda surreal e bonita. Em 2:36, ela bate no chão duro, e aterrissa de quatro como uma super-heroína.

Dentro do local lotado – amanhecendo (2:37)

Um close curto no Will tocando bateria.

Abaixo da ponte do Brooklyn – amanhecendo (2:40) (atuando, sem dublê)

Enquanto ela canta “It’s only me”, nós vemos Amy onde ela caiu, de joelhos com a cabeça baixa, cabelos cobrindo o rosto. A câmara faz zoom em um close lentamente de lado. Ela lentamente e desafiadoramente levanta cabeça.

Dentro do local lotado – antes do amanhecer (2:52)

A banda está tocando mais forte do que nunca e a multidão está em um caos em êxtase. Closes individuais dos membros da banda.

Na praia – amanhecendo (3:17)

Amy andou para o litoral. Ela anda em câmera lenta para a beira da água com o horizonte de Nova Iorque atrás dela, os raios dourados apenas espreitando por cima dos arranha-céus. Em 3:24, a câmera segue-a por trás. Ela entra na água. Os outros membros da banda entram em quadro de trás da câmera, entram na água com ela. O vídeo termina com a banda de frente para uma expansão infinita de oceano.

Fonte: Evanescence The Official Site !

Créditos: Ev Rock BR !

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s