Indulge Sound faz Review sobre o show do Evanescence em Londres !

A seguir, você poderá conferir mais uma review feita a partir de uma concerto desta nova Turnê do Evanescence. Desta vez, feita pelo site Indulge Sound do show realizado ontem no HMV Hammersmith Apollo em Londres (UK).

Review: Evanescence – 4 de Novembro

A última vez que o grandioso Evanescence tocou neste mesmo lugar, seu retorno em 2006. Com um intervalo de 5 anos, não há nenhuma maravilha que a demanda por eles fosse tão grande, a ponto deles terem que voltar atrás e liberarem mais duas datas para satisfazerem os seus fãs. Tocando tanto no dia 4 e 5 de novembro, eu me dirigi até o primeiro show desta turnê no Reino Unido para verificar toda agitação que estava a cerca disso.

Antes que pudéssemos chegar ao evento principal, o Evanescence trouxe com eles duas bandas de apoio para esta tour. Primeiro foi uma banda chamada Me. Agora é sempre difícil ser o primeiro quando ninguém sabe quem é você, e você sendo uma banda de rock onde todos são homens e estão aquecendo [o público] para duas bandas que são lideradas por duas das mulheres mais sexy da música rock. Não exatamente para o meu gosto, eles fizeram um trabalho OK para começar a noite, o salão ainda estava enchendo para o show [de ingressos] esgotados. O entusiasmo e a participação da multidão não era exatamente de alto padrão, mas até o final de seu set parecia que tinham ganhado mais algumas do salão.

Em seguida, o principal suporte para esta noite estava vindo, The Pretty Reckless, banda liderada por Taylor Momsen, uma atriz/modelo americana que virou deusa do rock. Com apenas 18 anos já se tornou uma das mulheres mais admiradas da frente rock. Tendo tocado em locais de Londres como o O2 Islington Academy e o Shepherds Bush Empire, o The Pretty Reckless deve estar acostumado com as multidões de Londres até agora. Fresco de uma performance no palco principal do Download Festival deste ano, parece que Taylor e a sua banda estão continuamente em alta!

Assim que as luzes se apagaram, os gritos da multidão poderia facilmente ter sido para uma banda principal, isso enfatiza o quão poderoso essa banda tornou-se em um curto espaço de anos que estão juntos. Tendo lançado seu primeiro álbum “Light Me Up”, em agosto de 2010, seu set era obviamente dominado por muitas faixas desse álbum. Arrebantaram com músicas como “Since You’re Gone”, “Zombie” e “My Medicine”, bem como os singles bem conhecidos, “Miss Nothing”, “Just Tonight” e “Make Me Wanna Die”. A multidão presente claramente não estava apenas aqui para a banda principal como as pessoas estavam cantando de volta toda as letras, palavra por palavra. Eles ainda nos agradaram com um cover clássico de “Seven Nation Army” do White Stripes; uma cobertura fantástica para isso! Taylor pode ser jovem, mas ela sabe como trabalhar uma multidão; impressionando todos com sua voz e ter o privilégio de parecer tão deslumbrante como ela consegue, ela tinha todos comendo na palma da sua mão.

Graças ao conjunto brilhante de The Pretty Reckless, estávamos todos prontos para o Evanescence. Sem nunca ter os visto antes, isso era algo que eu estava me deixando muito ansioso. Depois de ouvir mistas críticas de sua performance ao vivo, era algo que eu queria ver por mim mesmo, o que eu não sabia era o quanto surpreendido eu estava indo ser. Com uma longa espera angustiante para entrarem, o momento chegou e foi uma atmosfera que nos enviou calafrios na espinha. As luzes estavam apagadas, a batida da bateria tocando, e a voz angelical de Amy Lee enchendo o ar. Dando início à noite com seu mais recente single, “What You Want” do seu recente auto-intitulado álbum. Evanescence estava de volta com um estrondo todo-poderoso.

Com um set dominado principalmente por faixas do seu novo álbum, em destaques para mim, incluo “Made Of Stone”, “Sick” e “Oceans”. Não teria sido um show do Evanescence sem alguns dos clássicos; “Going Under”, “Call Me When You’re Sober” e, claro, “Bring Me To Life” fez o público enlouquecer. Amy Lee agradecendo a todos repetidamente, com os bons espíritos que atravessam a faixa, você poderia dizer que eles estavam felizes por estar de volta.

Quebrando partes do set vi um piano sobre rodas andando pelo palco, algo que todos nós sabemos que acompanha Amy em algumas de suas canções mais bonitas e emblemáticas. Mostrando os seus talentos vocais, eles apresentaram as músicas de piano como “My Heart Is Broken”, um favorito pessoal de seu último álbum, “Lithium” para agradar e a balada impressionante “Good Enough”, uma canção que ela dedicou ao marido para o seu aniversário, na mesma noite. Ela alegou que “não tinha ensaiado ou praticados por várias semanas”. Se fosse esse o caso, então, wow, uma vez que foi definitivamente uma das coisas mais bonitas que eu já ouvi ao vivo. Encerrando inteiramente a noite, com o que tem que ser a minha música favorita de todos os tempo do Evanescence, “My Immortal”. Eu estava apaixonado. Amy e a banda só me conquistaram com uma noite cheia de rock bonito.

Sim, eles deixaram de fora outras faixas bem conhecidas que eu teria amado ter visto executarem, mas a turnê está em associação com o seu novo álbum, um álbum que você precisa ter em sua coleção. Evanescence está de volta, maior e mais forte do que nunca. Se você não teve a chance de vê-los desta vez, estaje alerta para sua próxima viagem ao Reino Unido, pois este é um show ao vivo que você não vai quer perder.

Fonte: Indulge Sound !

Créditos: Ev Rock BR !

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s