Entrevista exclusiva com Will Hunt no Tonedeaf !

O Will concedeu uma entrevista à Tonedeaf, quando a banda ainda estava em turnê pela Austrália. Confira abaixo:

[…] o que faz o Evanescence é a voz de Amy, sua voz, suas letras, o jeito que ela canta e seu piano, o que fazemos como uma banda é apenas uma espécie de veículo para tudo se encaixar.

Depois de estar fora de radar desde 2007 os superstars da banda de rock alternativo Evanescence está de volta e melhor do que nunca. Seu novo álbum auto-intitulado, que foi lançado em outubro do ano passado estreou no número 1 na parada Billboard 200, bem como estreando no número 1 na álbuns de rock, álbuns digitais, álbuns alternativos, e os álbuns de Hard Rock.

O baterista Will Hunt reconhece que estão muito felizes com a resposta: “Estamos muito felizes que os fãs ainda estão aqui depois de todo esse tempo. Nós simplesmente não podemos ser gratos o suficiente para eles, que o público ainda se importa realmente com a banda. É impressionante e estamos muito, muito orgulhosos deles.”

Há uma razão. O mais recente disco é auto-intitulado, é o primeiro álbum em que todos eles trabalharam juntos, trazendo uma sensação familiar mais colaborativa. “Acho que Amy achou que era a primeira vez que ela havia escrito o álbum com a banda completa, foi escrito em um estilo old school, ela pensou que seria o momento certo para chamá-lo de Evanescence porque este é o primeiro álbum feito por toda a banda de verdade . Nós pensamos que era grande e é meio que uma honra para ela dizer isso e que ela quer fazer isso com a gente. Nós achamos isso realmente legal.”

Seu último álbum foi um sucesso, por muitas razões. Não só era um esforço colaborativo, mas também com o produtor Nick Raskulinecz, que já trabalhou com bandas como Alice In Chains e os Deftones. Permitir que o som do álbum fosse mais intenso foi como uma evolução. “Eu acho que a maioria das pessoas estão muito felizes com ele. Não é tão diferente do que tem sido sempre Evanescence [mas] é diferente no sentido que é um pouco mais orgânico. Em última análise, o que faz o Evanescence é a voz de Amy, sua voz, suas letras, o jeito que ela canta e seu piano, o que fazemos como uma banda é apenas uma espécie de veículo para tudo se encaixar.”

Não só eles estão empolgados por estar de volta, mas estão esmagados com todo o sucesso tudo que tem sido. “Ter essa oportunidade de fazer um disco juntos desde o início, ter os fãs que o abraçam e coisas assim, é muito surpreendente, é uma sensação muito boa. Novamente, nós não entramos nisso pensando, ‘Nós vamos fazer um disco de sucesso’ “entramos pensando que nós iríamos fazer um disco cheio de músicas que nós gostamos de ouvir. Não importa o que acontecesse. No entanto, a forma que soa é como soa. Eu acho que quando você tem Amy cantando que é a coisa, que é o maior fator. Como ele está lá ainda será Evanescence”.

Eles estão animados para estar na Austrália e tocar para todos os seus fãs e espero que conhecer alguns pontos turísticos. Para Will é a primeira vez que ele recebe para dar graça a este belo país. “Terry, Amy e Tim estão animados por estarem de volta. Estou muito animado de estar aqui pela primeira vez. Troy foi lá uma vez com sua antiga banda Double Drive, mas eu nunca vim à Austrália. Um amigo meu passou seis semanas entre a Austrália e a Nova Zelândia, eles voltaram falando sobre como foi lindo e que o lugar é legal. Então sim, eu estou amando conhecer.”

Em cada trabalho há algo negativo, pelos músicos estarem em turnê e longe de suas famílias, a espera nos aeroportos, vôos perdidos e muito mais. De acordo com Hunt tudo vale a pena quando chega no palco e toca para os milhares de fãs leais. “Isso só vem com a experiência. Eu não vejo isso como uma história de terror. Eu só vejo isso como um dia na vida. É tudo para chegar a esse ponto onde você está tocando no palco e realmente tem um bom momento. Então, vale a pena.”

Para o Evanescence 2012 significa voltar para turnê com shows marcados em todo o mundo. Will espera que até o final do ano eles estejam de volta ao estúdio. “Vai ser muito visível e honroso o ano para a banda. Esperamos que, com um pouco de sorte quando nós terminamos com este ciclo, vamos levar alguns meses fora e voltar imediatamente para ele e fazer outro disco. Bem, eu espero, eu não estou falando por todo mundo mas é o que eu gostaria que acontecesse.”

Fonte: Tonedeaf !

Créditos: IEssence !

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s