Site UthMag entrevista Will Hunt !

Will Hunt – Há 22 dias do show em Dubai, Emirados Árabes Unidos, o site UthMag entrevistou o baterista Will Hunt. Turnê, músicas favoritas e inspirações são alguns dos temas abordados. No fim, Will diz que gostaria de ter o super poder de voar.


Evanescence na batida. Entrevista com Will Hunt

UthMag: É a primeira vez que você está visitando o Oriente Médio?

Will: Nós tocamos em países próximos à Dubai, mas esta é a primeira vez que a banda visitará Dubai, definitivamente. Estamos realmente animados para tocar lá. Temos ouvido muito sobre isso e visto muitas fotos. Parece um lugar incrível.

UthMag: Você acha que vocês terão tempo para fazer alguns passeios ou continuarão com a turnê?

W: Será muito difícil, porque voamos [para Dubai] um dia antes do show e partiremos no dia seguinte. Teremos algumas horas, mas não tanto tempo quanto gostaríamos de ter para explorar Dubai.

UthMag: Como foi a experiência em turnê até agora?

W: Foi ótimo! Começamos a turnê em setembro e se mantem em uma relação estável desde então. Nós estivemos muito ocupados e as multidões têm sido surpreendentes. O novo álbum está sendo recebido muito bem também.

UthMag: Qual é a parte mais difícil de estar em turnê?

W: A parte mais difícil de estar em turnê é ficar longe de minha esposa e filha. E, claro, os 2 cães.

UthMag: Você deixou o Evanescence por algum tempo. Como foi voltar à banda?

W: Nós terminamos a turnê do “The Open Door” em 2007. Todos nós tivemos um tempo de folga, pois Amy queria apenas ter uma vida normal. Durante esse tempo, ela estava escrevendo. Então todos se reuniram e começaram a escrever e foi quando realmente começamos a trabalhar no novo álbum. Mas eu estava muito ocupado durante esse tempo. Estava trabalhando com uma banda chamada Static X. Também trabalhei com Zakk Wylde – o guitarrista de Ozzy Osbourne – em uma banda chamada Black Label Society, que é um grande sucesso nos EUA e na Europa. Tocar música, às vezes, pode ser pensado como um negócio, mas eu realmente gosto de tocar minha música e trabalhar com outras pessoas.

UthMag: Qual é a melhor parte de ser um músico?

W: A melhor parte de ser um músico é aquele sentimento de unidade e de energia quando você começa a tocar  na frente de 50.000 – 60.000 pessoas músicas que você escreveu.

UthMag: 50.000 – 60.000? Você sempre fica nervoso antes de um show?

W: Eu não fico mais nervoso. Simplesmente subo ao palco e faço minha parte. Mas há um caso: quando estávamos tocando no Prêmio Nobel da Paz na Noruega, em dezembro. Foi televisionado internacionalmente. Havia muitos diplomatas e até o príncipe da Noruega estava lá. Tocamos duas músicas e eu nunca fiquei tão nervoso antes de um show.

UthMag: Qual música do Evanescence é a sua favorita?

W: Bem, fico em dúvida entre duas canções do novo álbum, “The Other Side” e “Never Go Back”. “Never Go Back” é sobre o tsunami que aconteceu há um ano e meio no Japão. Está cheia de sentimentos, emoções e possui uma melodia muito legal de tocar em shows.

UthMag: Você tem alguma favorita dos álbuns anteriores?

W: Provavelmente, dos álbuns anteriores, a minha favorita seria… “Going Under”.

UthMag: O que você faria se você não fosse músico?

W: Se eu não fosse músico?.. O que eu deveria ter feito era ir para a escola e se tornar um advogado. Eles parecem estar fazendo muito dinheiro. (Risos)

UthMag: Quantas horas por semana você ensaia com a banda?
W: Quando estamos em turnê, tocamos todas as noites, por isso não precisa de muito ensaio nem nada. Nós normalmente fazemos passagem de som quando estamos planejando acrescentar uma nova canção no set. Para mim, gasto cerca de 30 – 40 minutos para aquecer antes do show. Mas quando estamos escrevendo canções, passamos de 8 – 12 horas, com intervalos, porque é assim que conseguimos que as coisas sejam feitas.

UthMag: Além da música, o que mais vocês fazem para relaxar?

W: Os caras e eu gostamos de ir à academia e nos exercitar, para se manter saudável. Eu não sou um grande fã de video game, mas eu jogo Pinball Arcade no iPad e iPhone. Nós também ouvimos muita música.

UthMag: Que tipo de música você ouve?

W: Um monte dos anos 80.

UthMag: Existem bandas ou artistas atuais que você ouve?

W: Eu escuto qualquer coisa. Eu gosto dos Deftones e Slipknot. O álbum novo álbum do Korn ficou muito legal. Também escuto Skrillex e Deadmau5. Ouço um monte de coisas diferentes.

UthMag: Existem músicos que você mais admira?

W: Eu realmente gosto de Tommy Lee. Houve um momento em que o vi na imprensa. Depois de alguns acontecimentos estranhos, acabei sendo o baterista da sua banda. Eu realmente tive que conhecê-lo como pessoa. Ele realmente é genuíno e um doce de pessoa. Realmente tem os pés no chão e também é extremamente talentoso. Foi legal conhecê-lo e ter a grande sorte de chamá-lo meu amigo.

UthMag: Você tem algum conselho para os jovens músicos que estão tentando torná-la grande lá fora?

W: Você deve realmente amar o que você está fazendo! Se está tentando ser um músico ou qualquer outra coisa, deve amar e acreditar em si mesmo. Comigo, foi o amor pela música e tocar que me ajudou a atravessar tudo isso. Se você está pensando sobre o quão rico você será e como grande será a sua carteira, então, provavelmente, este não é o caminho que deve seguir.

UthMag: Última pergunta. Se você tivesse um poder de super-herói, qual seria?

W: Se eu tivesse um super poder, qual seria? (Risos) Seria o de voar! Faria meu show e voltaria para casa. Chegaria em 20 minutos como Superman. Então, poderia voar de volta para mais um show e fazer a mesma coisa depois. Essa seria a melhor coisa a fazer.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s