Virgin Radio Italy faz entrevista exclusiva com a Amy Lee !

Em entrevista à Virgin Radio Italy, Amy diz que sua música combina dois elementos: rock e eletrônico. Além disso, aborda os lados positivos de se apresentar em grandes festivais de rock.

Bem-vindos à Virgin Radio.

Amy: Muito obrigada!

Vocês estão prestes a tocar no maior festival da Itália. Como isso é para vocês?

Amy: É demais, sempre gostamos de vir aqui. Está sendo uma turnê grande. É legal tocar para tantas pessoas, acho que é uma chance de mostrarmos a elas nossas músicas novas.

Hoje, o festival tem uma line-up estranha. Nós temos uma parte eletrônica com Chase and Status e Prodigy, e do outro lado de música pesada: como a da sua banda, Lostprophets e outras bandas. Você acha que essa combinação funciona mais na Europa do que nos EUA?

Amy: Sim, eu acho. Na verdade, nos dias de hoje, acho que tudo está indo para o lado eletrônico. Nossa música combina essas duas coisas, rock e eletrônico. É bom ter um público com a mente aberta, aí podemos ser nós mesmos no palco.

Acabamos de ver os fãs, e eles estão muito animados por ter vocês tocando aqui, eles vieram não só para o show de vocês. Eu estava falando com alguns caras, e eles disseram que, nos EUA, os fãs esperam mais pela banda principal. Às vezes, nos EUA, você vai ao festival para ver só a banda que você gosta, e aí você vai embora. Vocês concordam com isso? Vocês já viram isso acontecer em outros festivais, como no Reino Unido?

Will: Sim, nós concordamos. Acho que, nos EUA, as pessoas gostam mais de um gênero específico. É difícil abrir shows para o Slayer ou Pantera. Pensávamos que tinha um som pesado até embarcados naquela turnê, as pessoas jogavam coisas na gente. O público daqui tem a mente mais aberta. Tocamos com o Metallica em dois festivais, e eu estava um pouco nervoso, acho que todos nós estávamos. Mas deu tudo certo, as pessoas nos respeitaram.

Amy: Acho que isso não é uma competição, você tem a oportunidade de conhecer mais tipos de música. Você pode gostar de mais de uma banda uma única vez.

O que mudou com esse novo álbum?

Amy: A vida? Estivemos em turnê bem antes de o álbum ser lançado, essa é a mudança. Estamos bem, acho que estamos ficando mais fortes, como banda.

Terry: As idades mudaram.

Amy: Estamos mais velhos agora! (risos)

Agora, vamos falar sobre a setlist. As novas músicas se deram bem com as antigas?

Will: Tocamos apenas por 60 minutos hoje.

Amy: Sim, uma hora. Temos muitas músicas novas em nosso repertório. Acho que o álbum se encaixa bem ao vivo. Tocamos juntos antes de fazermos esse álbum.

Tradução: @Amy_LeeBrasil
Créditos: Ev Rock BR !

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s