Show do Evanescence em Costa Rica!

Quando Amy Lee, vestida com uma saia com bandeiras de vários países e com a da Costa Rica no antebraço direito e todo o Evanescence começaram o show com What You Want, eles cumpriram a promessa, fazer um grande show de rock.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Going Under foi ovacionada quase maior que todo o estádio e The Other Side levou Amy Lee ao teclado. Ela soube deixar o público em suas mãos com seu espanhol ao dizer “muito obrigado Costa Rica” e “Pura Vida”.
Seu forte foi o movimento no palco, ela balançava a cabeça e seus longos cabelos se destacavam e corria para todos os lados do palco se aproximando do público.
O Evanescence se entregou com muita adrenalina e também oscilou com momentos de melancolia com algumas músicas mais estilo “baladinha”.
Aproximou-se da frente do palco um piano e as pessoas poderiam então imaginar o que viria: Amy Lee iria se sentar e mostrar que pode fazer isso bem, tocando. Com o clamor do público e braços levantados Amy Lee enfim sentou-se e então veio Lithium, Lost in Paradise e My Heart is Broken e todos se entregaram à emoção. Logo após vem Whisper e The Change. Com If You Don’t Mind e Call me When You’re Sober a emoção continuou.
O jogo vocal doce e dramático que serve de introdução à Imaginary voltou a trazer a empolgação ao público e foi muito aplaudido quando ela novamente colocou as mãos no teclado.
Para fechar, um hit, que como todo bom hit, foi cantado do começo ao fim pelo público, Bring Me To Life. E a voz da Amy Lee muito clara e poderosa, deixava os seus fãs mais que satisfeitos. Não poderia ser de outra forma, ela e o Evanescence tocavam tão claramente quanto a música no CD.
A banda deixou o palco para o famoso “bis” e minutos depois a Amy Lee voltou para o piano, sentou-se e em começou com Disappear e Swimming Home. Em seguida o ápice, Amy Lee pede “Canta comigo” e enfim aconteceu o final mais adequado e inteligente que o Evanescence poderia ter escolhido: My Immortal. Ela não conseguiu esconder sua empolgação, seus braços encharcados de suor, sua respiração profunda para cantar e sorrir e o olhar para os seus fãs, que por vezes se misturava com os olhos fechados e a pele arrepiada da cantora.
O coração do Palacio de los Deportes cantou com ela. Não poderia ser mais perfeito o encerramento desse show tão esperado.
Por fim, todos alinhados no palco, agradecendo ao público e com a bandeira da Costa Rica em mãos, se curvaram ao público fechando com chave de ouro a 1 hora e 20 minutos dos momentos mais intensos vividos por todos que ali estavam.

Setlist:
What You Want
Going Under
The Other Side
Weight of the World
Made of Stone
Lithium
Lost in Paradise
My Heart Is Broken
” target=”_blank”>Whisper
If You Don’t Mind
Call Me When You’re Sober
Imaginary
Bring Me to Life
Bis
Disappear
Swimming Home
My Immortal

Mais opções de vídeos do show

What You Want, Going Under e The Other Side
Made Of Stone
Lithium, Lost in Paradise, My Heart is Broken e um trecho de Whisper

Fonte: La Nacion

Créditos: IEssence!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s