Site OMELETE – Confira músicas de dez grupos liderados por mulheres !

No Dia Internacional da Mulher, o Omelete separou algumas bandas que tem sua marca atrelada a liderança feminina, e fizeram ou ainda fazem diferença no cenário musical. No player abaixo, confira as músicas e em seguida os clipes escolhidos:

Evanescence – “Going Under”

Prestes a completar 20 anos de carreira, o Evanescence tem na bela e potente voz de Amy Lee  seu maior símbolo. Durante este tempo, foram três discos de estúdio, quatro turnês mundiais, quase 30 milhões de cópias vendidas e uma legião de fãs no mundo. O começo disso tudo surgiu quando a banda já tinha quase dez anos de estrada, no lançamento de Fallen, álbum de 2003, que os deixou reconhecidos em singles como “Bring Me To Life”, “My Immortal” e “Going Under”.

Blondie – “One Way or Another”

Mais do que uma banda comandada por uma mulher, a Blondie é um dos símbolos do rock americano. O grupo surgiu em meados de 1970 e combinava punk com o ainda recente new wave na voz de Debora “Debbie” Harry. Um dos grandes sucessos deles foi “One Way or Another”, do disco Just Go Away, terceiro álbum da sua carreira. Além de constar em qualquer lista e rock que se preze, a música está presente em filme como Donnie Brasco, Showbar e O Gato de Botas.

Paramore – “Now”

De uma veterana para uma novata. Apesar de estar no show business desde 2004, Hayley Williams tem apenas 24 anos e este ano lança Paramore, o quarto disco de sua banda homônima. O novo trabalho chega após três anos sem novidade por parte do grupo que, além do talento e os cabelos flamenjantes de sua vocalista, ficou reconhecido por sucessos nas trilhas sonoras de Crepúsculo e Transformers, por exemplo. O primeiro single do novo disco, “Now”, já foi revelado e tem até clipe, confira abaixo:

No Doubt – “Don’t Speak”

Foram quase dez anos sem o No Doubt. A banda comandada por Gwen Stefani acabou com a espera dos fãs ano passado, lançando Push and Shove, primeiro álbum inédito desde Rocksteady, de 2001. A presença e o talento de Stefani não só dá uma identidade própria ao grupo, como foram preponderantesna sua bem sucedida carreira solo. O disco de maior sucesso do No Doubt foi Tragic Kingdom (1995), que trazia futuros clássicos como “Just a Girl” e “Don’t Speak” – ambos singles ajudaram o álbum a ter cercaa de 16 milhões de cópias vendidas mundialmente.

L7 – “Pretend We’re Dead”

No início dos anos 90, o movimento grunge ressucitou o rock e trouxe um novo estilo de vida para a juventude daquela época. Um dos grupos que se destacou foi o L7, que era essencialmente formado por mulheres. Em 1993, no auge da carreira, elas vieram ao Brasil para o Hollywood Rock, festival que representou bem as grandes bandas da época, pois teve Nirvana, Red Hot Chili Peppers e Hole – comandada por Courtney Love. No player abaixo, confira a performance de “Pretend We’re Dead”, pelo L7:

Cranberries – “Zombie”

A voz de Dolores Mary Eileen O’Riordan Burton é uma das mais lembradas quando o assunto é mulher no vocal. A banda irlandesa de rock alternativo Cranberries estourou nas rádios na década de 1990 e vendeu mais de 14 milhões de discos ao redor do mundo. Emplacando hit atrás de hit, “Zombie” é um das canções mais queridas do público; pois, mais que falar de mortos-vivos, traz um é um protesto à política, a religião e ao conservadorismo da Irlanda na época.

Garbage – “Only Happy When It Rains”

A escocesa, ex-modelo da marca Calvin Klein, atriz e cantora britânica Shirley Ann Manson tornou-se um ícone do rock alternativo ao estar à frente do Garbage, banda formada em 1993 nos Estados Unidos. O ápice do sucesso do Garbage se deu nos anos 1990 estourando hits como “Only Happy When It Rains”, “When I Grow Up e “Stupid Girl”. Em 2012, eles foram uma das principais atrações do Festival Planeta Terra, realizado em São Paulo.

Gossip – “Standing in The Way of Control”

Se o mundo da música precisa de atitude, ele precisa do Gossip e da Beth Dito. Com a marca registrada de “sou gorda e sou gostosa”, a cantora norte-americana de 95 kg, é lésbica e defensora dos direitos dos homossexuais. A canção “Standing in the Way of Control”, composta por ela, é uma resposta à decisão do governo dos Estados Unidos em negar o casamento entre homossexuais. Depois de Gossip o indie rock nunca mais foi o mesmo.

Cansei de Ser Sexy – “Superafim”

A alternativa banda paulista Cansei de Ser Sexy é uma das mais famosas bandas brasileiras no mundo. Formada em 2003, e com a cantora Lovefoxxx no vocal, CSS, como é conhecida, conquistou o público com sua batida eletrônica e letras escrachadas. A letra de “Superafim” é exemplo disso. Fala sobre a auto suficiência feminina, afinal “vê se se toca que eu me toco também”.

Joan Jett and The Blackhearts – “I Love Rock’n’Roll”

Joan Jett é maior símbolo feminino do rock. Ela começou a cantar sozinha, formou o The Runaways, voltou a cantar só e depois iniciou uma nova banda com o The Blackhearts. E foi com eles que ela lançou um de seus grandes hinos, “I Love Rock’n’Roll”. Jett foi representada no cinema por Kristen Stewart, no filme The Runaways. Em 2011, ela esteve no Brasil para se apresentar no Lollapalooza e ainda subiu ao palco com o Foo Fighters para uma participação especial:

 

Fonte: Omelete!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s